Perguntas mais frequentes (FAQ)

Por que falamos de realidades alternativas?

A resposta deve começar com a pergunta: alternativas ao quê?

Temos a certeza da existência de muitas (potencialmente infinitas) realidades. Apesar de que, num determinado tempo e espaço, geralmente exista apenas uma versão legal e licenciada da realidade. Surpreendentemente, muitos de variados grupos de pessoas concordam com a existência desta "realidade", ou melhor com a sua versão. A ciência grosseiramente chama tal “realidade” de paradigma válido. Na linguagem de programação de computador é chamada de interface.

Potencialmente, no entanto, todos nós podemo-nos "ligar" a um número incontável de realidades paralelas, ou realidades alternativas, e fazemos isso numa base diária. Mas apenas as podemos escolher conscientemente quando nossa mente deixa de ser reativa. Quando deixamos de nos comportar como máquinas bem programadas, como consumidores habilmente direcionados - então começamos a ser criativos. Estamos conscientes de que estamos a fazer uma escolha. E, de facto, nós literalmente sempre escolhemos e criamos a nossa realidade, mas nem sempre a conhecemos. Este pequeno detalhe faz uma diferença enorme.

Tudo se resume, literalmente, às vibrações ou à frequência, o que também é confirmado pelas mais recentes descobertas da neurobiologia e da física. Máquinas (que às vezes inconscientemente somos) trabalham em certas frequências e atraem também determinadas frequências. É por isso que, ficar numa determinada realidade, nada mais é que escolher uma determinada vibração, que se manifesta como uma profecia Auto confirmada, porque você atrai apenas isso, aquilo que você é. E isso significa exatamente aquilo que deseja ou...aquilo que mais teme.

O que é que você é? Já alguma vez teve a impressão de estar a ser enganado? Quem é que você é?

Não existe resposta a esta pergunta na linguagem discursiva. É uma experiência que precisa ser sentida. Anatta, não eu. Eu sou, neti neti. O nosso nome: Conhece-te a ti mesmo refere-se a esta resposta inexprimível.

Esta investigação, eventualmente, conecta-se com a criação de uma realidade alternativa àquela que estávamos habituados até agora a reconhecer como a única e verdadeira. Nós movemo-nos sempre na direção do limite da possibilidade, em direção à novidade. A nossa perspetiva em modo transgressivo e transpessoal. Presumimos que, como seres humanos, todos nós ambicionamos o aumento das nossas experiências, atrás da verificação dos nossos limites e potencialidades. Portanto, enquanto de pé no limite que acabámos de alcançar, ainda nos perguntamos: o que mais seria possível?

Ao perguntar ajudamo-lo a perguntar-se a si próprio. Ajudamo-lo a fazer o que é o mais difícil: permanecer no âmbito dessa questão. Sem resposta. Sem permitir que o Narrador na sua cabeça abra a boca. Por quê? Para que você possa ver o que a Alice viu do outro lado do espelho

Você pode sempre escolher voltar e esquecer. Pode sempre escolher o comprimido azul, como o personagem principal do filme "Matrix" e como milhões de personagens principais na realidade da Matriz, ou - como diria Jean Baudlillard- na realidade de simulacros.

Como é que sei que posso confiar em vocês?

Começamos a ajudar os outros com o seu crescimento a partir de nós mesmos. E, portanto, usamos dois princípios básicos gerais - Ética e autodisciplina, bem como muitas regras particulares especificamente verificadas. As mais importantes delas estão listadas abaixo:

Gratidão por cada "aqui e agora".

Respeito pelos nossos pais e as vidas que eles representam.

Apreciação pelos nossos Mestres e os pontos de vista que eles representam.

Mindfulness (atenção plena) - associada principalmente com os nossos estados de espírito e intenções.

Transparência dos nossos métodos e dos objetivos a eles associados.

Honestidade na relação terapêutica – particularmente no que diz respeito a não tirar proveito dos nossos papéis.

O contínuo aprimoramento das nossas habilidades e auto verificação (supervisão).

Falta de vícios - de forma otimizada seja do que for: identidade, reconhecimento, prestígio, dinheiro, comida, substâncias, etc.

Ausência de missão - qualquer um, a qualquer hora.

Ausência de pressão - para fazer seja o que for.

Abertura a tudo o que acelere o processo de crescimento.

Auto provisão para qualquer abundância.

Na nossa opinião a MINDFULNESS (atenção plena) como habilidade básica e a atitude que garante estar AQUI E AGORA é a mais importante de todas. A atenção, ou Mindfulness, também garante uma conexão ininterrupta com a vida, a ausência de conceitos desnecessários, acalmando as emoções, permitindo a consciência das opções e a autorresponsabilidade.

Por que é que só fazemos as coisas que funcionam?

Porque não precisamos das fontes externas de alimentação, como a chamada autoestima. Porque fingir que "são problemas sérios que não podem ser resolvidos "é um desperdício de tempo. Além disso, somos não-comerciais, anticorporativos e contra a economia patriarcal focada no lucro pelo preço de fazer as pessoas acreditar nas suas necessidades ou mentir-lhes sobre a maneira como estas devem ser satisfeitas.

Para além disso, podemos permitir-nos este luxo porque não temos de trabalhar para o nosso sustento. Poderíamos sentarmo-nos num terraço ou num alpendre durante dias (o que, ocasionalmente, fazemos) e olhar para a distância saboreando o trinados das aves no meio de verde, ou observar o zen invernoso de uma natureza morta e a imagem de um majestoso rochedo branco, ou olhar para a vastidão do oceano deliciando-nos com a musicalidade de fado das suas ondas turbulentas. No entanto, ao observar em silêncio os por de sol no oceano, ao escutar o canto dos pássaros noturnos, ao respirar o aroma das flores de laranjeira, conectando-nos com a Totalidade da Existência. E então chegamos ao claro apelo para a ação. Portanto, levantamo-nos, vamos, e fazemos o nosso serviço para a luz com o melhor das nossas capacidades - com confiança e humildade. Agimos por convite do Espírito e das pessoas, por causa do nosso excesso de abundância e necessidade de compartilhar com os outros.

Agimos porque o que fazemos, simplesmente, nos traz alegria aos corações, desenvolve as nossas habilidades e dá-nos a sensação de pertencer a um processo muito maior (global) de expansão da consciência, contribuindo para uma grande mudança da qualidade de vida no nosso Planeta.

A terapia Restarting® (Reiniciar®), a cerimónia Ayahuasca ou o Sistema de Mandalas são para todos?

Claro que sim, potencialmente. Mas porque - ao contrário de Workshops típicos ou psicoterapias padrão - são processos que envolvem ao extremo não só o paciente, mas também o terapeuta, é necessária alguma preparação. Há muitas vezes mais do que uma pessoa à sua disposição. Tudo acontece passando à frente de resistência e inibições. Você recebe muito. Portanto, esteja preparado para uma feira

Tantas coisas acontecem num curto período de tempo e resultam em potenciais tais mudanças extremas, que o terapeuta tem de estar totalmente envolvido, estar em total serviço com o seu conhecimento, experiência e empatia, durante o tempo que você precisar dele. O método Reiniciar® , tal como a cerimónia Ayahuasca podem ser comparadas a uma psicoterapia que leva alguns anos!

Na Polónia, na República Checa, e ainda mais em Portugal (os países onde prestamos sessões de Reiniciar® e cerimónias de ayahuasca) há muito mais liberdade no uso das chamadas terapias alternativas, terapias psicolíticas, respiração holo trópica, ou outras terapias do autor baseadas na abordagem holística.

Por é que só agora ouço falar sobre vocês?

Temos a certeza de que as pessoas certas nos chegam na hora certa. Aprendendo com as nossas experiências sabemos que a informação é a energia e seu fluxo é baseada não apenas em elementos de marketing, mas também em emoções, opiniões e experiências de pessoas que buscam por algo ou simplesmente sabem o que recomendam e a quem. Também acreditamos que as pessoas não precisam de ser convencidas das suas verdadeiras necessidades. Você chega a nós quando estiver pronto.

Uma observação: alguns participantes inscrevem-se em Workshops ou em terapias apenas para provar a si próprias que a sua intenção é permanecer onde estão. Até podem realmente ser surpreendidos pela nossa sessão, mas preferimos não passar por esse teste. Tome isto em consideração.

Aguardamos por aqueles que estão prontos para ir connosco através de uma viagem única, cheia de respeito e sinceridade mútuas.

Aguardamos por Amigos da família Nelumbo, mesmo para o resto das nossas vidas. Esperamos por si.

Como iniciar a criação consciente da realidade?

A vida consciente e escolha consciente da realidade deve começar com a respiração consciente. Reeeeespire para dentro, reeeeespire para fora. E novamente: reeeeespire para dentro, reeeeespire para fora. Isto acontece Agora. E você é Este.

Faça o que sempre faz. Mas faça-o conscientemente por um momento.

O poder deste método não pode ser sobrestimado. Por quê? Porque transfere imediatamente o corpo / mente para o Poder do Aqui e Agora. E isto significa mudar-se para o ser puro, para o espaço ultra-conceptual, para o lugar onde você não pode ser. É estranho que a respiração ainda seja legal ou que ninguém ainda se lembrou de estabelecer uma forma única admissível de absorção de oxigênio! ;)

Quando aprendemos a lembrar-nos sobre a respiração, podemos começar - passo a passo e conscientemente - a comer, a comprar, olhar, conhecer, comunicar, pensar, sentir... Para criarmos, conscientemente, a nossa realidade. E, conscientemente, fazer parte da criação da Nova Terra. Por que não agora?

Por que não você?

Português